Procrastinação: Por que adiamos?

A palavra procrastinação significa adiar ou, na linguagem popular, “deixar para depois”. Ela consiste na grande vilã responsável pela não realização dos nossos sonhos e objetivos em todos os aspectos da vida.

Por isso, cada vez mais pessoas buscam entender porque procrastinamos tanto e o que podemos fazer para acabar de vez com este hábito tão prejudicial. Para saber a resposta dessas perguntas, basta acompanhar nosso post!


O que é procrastinação?


A procrastinação é o adiamento de uma ação e se manifesta em todos os aspectos da nossa vida, seja ao adiarmos o início de uma atividade física, deixarmos para depois a realização de um trabalho importante, entregarmos a declaração de Imposto de Renda no último dia etc.


Essas situações revelam que procrastinar é algo relacionado a um hábito que afeta tudo ao nosso redor: relacionamentos, desempenho profissional, saúde, qualidade de vida, dentro outros.


Afinal, por que adiamos?

Eis aqui a pergunta que não quer calar, a procrastinação ocorre pelas seguintes razões:

Manutenção da zona de conforto

Temos a tendência natural em adiar tarefas que nos tiram da zona de conforto, pois preferimos fazer aquilo que queremos e não o que devemos.

Isso ocorre porque buscamos constantemente uma espécie de gratificação instantânea, ou seja, comodidade e diversão imediata; É muito mais fácil olhar notificações das Redes Sociais do que escrever um parágrafo de um artigo, por exemplo.

Olhar as Redes Sociais representa uma diversão imediata, enquanto que a elaboração do artigo “fere” nossa zona de conforto.

Não identificação dos ganhos profundos

Entre os principais fatores responsáveis pelo hábito de procrastinar está a não identificação dos ganhos profundos ao realizar determinada tarefa. E o que isso significa? Ao fazermos uma tarefa, geralmente não identificamos os benefícios que ela nos proporcionará no longo prazo e por isso logo desistimos ou adiamos.

Por exemplo, se uma pessoa que está se preparando para um concurso público pensar apenas em como é cansativo decorar leis, fazer exercícios e “perder” seus finais de semana em meio aos livros, ela fatalmente começará a adiar os estudos.

Entretanto, caso ela tenha bem claro quais são os ganhos profundos, ela pensará diferente. Identificar os ganhos profundos neste caso seria pensar que este estudo proporcionará a realização de um grande sonho, de um emprego estável, de uma renda maior, ou qualquer outro ganho.

O ganho profundo diz respeito a um forte motivo emocional responsável por fazer com que a pessoa se sinta engajada e veja sentido no que está fazendo.

Ausência de prazos e cobranças

A ausência de prazos para concretização de uma tarefa ou entrega de um trabalho também consiste em um dos principais fatores que levam as pessoas a procrastinação.

Outra situação que contribui para que determinadas atividades sejam deixadas para depois é o fato de não ter outra pessoa cobrando. Isso é bastante comum nos casos de quem trabalha como autônomo ou em situações em que não exista a figura de um chefe cobrando prazos e alto desempenho.

Como vencer a procrastinação?

Para vencer a procrastinação, é necessário ter bem claro que isso consiste numa luta constante em nossa mente, pois sempre desejamos permanecer na nossa zona de conforto. Nesta luta, as armas mais eficazes são:

  1. Enxergar os benefícios futuros;

  2. Identificar e eliminar distrações;

  3. Organizar as tarefas e priorizá-las;

  4. Fazer uma coisa de cada vez;

  5. Utilizar tecnologia a seu favor;

  6. Ter metas claras de curto, médio e longo prazo.

Concluindo, vencer a procrastinação é perfeitamente possível desde que estejamos realmente dispostos a uma mudança de hábitos.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square